Você está em: Assessoria Econômica > ABBC Destaca

Assessoria Econômica

ABBC Destaca

Termômetro do Crédito – Trimestre desaponta

O desempenho a desejar dos principais indicadores econômicos no 1T19 refletiu-se em um pior momento para o mercado de crédito. Ainda que a expansão das operações tenha se acelerado para 5,7% a.a., o saldo total cresceu apenas 0,3% no período. Termômetro mais importante para a atividade, a evolução dos novos empréstimos perdeu dinamismo, com a taxa de crescimento das concessões totais de crédito acumuladas em 12 meses reduzindo 0,2 p.p. no trimestre para 11,8% a.a. ( -0,1 p.p.  para PF e de -0,3 p.p. para PJ).
 
No que se refere às modalidades para PF, a acomodação do crescimento das concessões persiste por maior tempo, enquanto que para PJ só mais recentemente há indícios de paralisação da recuperação. O alto endividamento das famílias e as condições negativas no mercado de trabalho afastam a possibilidade de uma retomada mais intensa nas modalidades para PF. A expansão da carteira para PJ é restringida pelo processo de desalavancagem das empresas e pela conjunção da atividade fraca com uma elevada ociosidade dos fatores de produção, que inibem novos investimentos.
 
A taxa média da inadimplência acumulou no trimestre uma alta de 0,1 p.p. (tanto para PF como para PJ). Com a queda, no mesmo período, de 0,1 p.p. na taxa média de captação, o spread médio das concessões elevou-se 2,2 p.p. no 1T19, totalizando 19,2% a.a., traduzindo-se em um incremento no custo do crédito. Para 2019, a expectativa é de que o saldo total cresça 7,1%, com altas de 9,7% para PF e de 4,0% para PJ. Na abertura por fonte de recursos, a projeção é de que o saldo das operações com RD cresça 0,8%, enquanto que o com RL eleve-se em 12,5%.
 

Para ler na íntegra, clique aqui.


Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390